sexta-feira, 16 de abril de 2010

ANEDOTA DO DIA





Conta-se que Bocage, ao chegar a casa um certo dia, ouviu um barulho estranho vindo do quintal.
Chegando lá, constatou que um ladrão tentava levar os seus patos de criação.
Aproximou-se vagarosamente do indivíduo e, surpreendendo-o ao tentar pular o muro com os seus amados patos, disse-lhe:

-Oh, bucéfalo anácrono! Não te interpelo pelo valor intrínseco dos bípedes palmípedes, mas sim pelo acto vil e sorrateiro de profanares o recôndito da minha habitação, levando meus ovíparos à sorrelfa e à socapa. Se fazes isso
por necessidade, transijo... mas se é para zombares da minha elevada prosopopeia de cidadão digno e honrado, dar-te-ei com a minha bengala fosfórica bem no alto da tua sinagoga, e o farei com tal ímpeto que te reduzirei à quinquagésima potência que o vulgo denomina nada.

E o ladrão, confuso, diz:

-Doutor, afinal levo ou deixo os patos?
Posted by Pedro Varadero Lopes
Bookmark and Share

MOTO CLUBE DO PORTO NO 14º DIA DO MOTOCICLISTA

MCP celebrou 14º Dia do Motociclista
13-04-2010

Sócios entusiastas deram por bem empregue viagem ao Montijo

Não foram muitos mas foram bastante bons os sócios do MC Porto que não viraram a cara nem a moto aos cerca de 700 km necessários para celebrar o 14º Dia do Motociclista, evento da Federação de Motociclismo de Portugal realizado este ano no Montijo.
Do grupo de sócios do MC Porto que saiu no domingo de manhã em caravana ainda não temos notícia. É porque correu tudo bem.

O nosso agradecimento vai para a alegria do Hélio “Noddy Litos” e sua Cátia “Noiba Tita” pois não só pediram para levar a bandeira do clube como ainda nos presentearam com o texto que temos muito gosto em juntar a estas linhas.
E obrigado ao António Sousa e Conceição pelas fotos.

Agora todas as nossas atenções estão viradas para o 1º Porto ADI, passeata dominical do próximo dia 18 que fará com que todos os participantes conheçam bem melhor o património portuense classificado pela Unesco.

14º Dia Nacional do Motociclista

O Dia Nacional do Motociclista, foi sem dúvida um sucesso. A manhã acordou ensolarada e bastante quente convidando os motociclistas de todo o país a dirigirem-se ao Montijo e participar nesta celebração.
Alguns sócios do MCP, entusiastas e uns mais devotos do que os outros marcaram presença, levando o estandarte do clube até esta cerimónia. Vários partiram mesmo na véspera. O Sousa e a Conceição rumaram a sul ainda na sexta-feira, o Ulisses (sempre presente nesta cerimónia), acompanhado pelo seu amigo Armando partiu no Sábado de manhã fazendo uma fantástica viagem moto-gastronómica por estradas nacionais até Setúbal, onde pernoitaram. O Hélio Noddy, a Cátia Noiba, o Cristiano e a Filipa arrancaram também no Sábado, mas só às 19 horas, sem pressas e conseguindo o objectivo de gastar menos de um depósito para chegar a Lisboa. Aproveitaram a noite para conhecer algumas “capelas” da capital.

Às 11 horas de Domingo o Cristiano, a Filipa o Hélio e a Cátia já estacionavam as motas em frente ao altar, mas já com algumas centenas à sua frente, na segunda fila porém, já estavam as motas do Ulisses e do Armando.
Após almoço, sentados à sombra num jardim, o grupo encaminhou-se para a igreja de onde arrancava a procissão, aqui encontraram-se as primeiras caras conhecidas o Ulisses e o Armando, que após degustação de um belo peixe andavam a fazer a digestão pelas ruas do Montijo. Juntaram-se ao grupo. Já éramos 6 cá da casa.
A procissão começou; e que procissão! Carro dos bombeiros a abrir (e a molhar o chão), charanga da GNR, escuteiros, 3 andores, polícia, representantes dos motoclubes trajados com coletes pretos cheios de emblemas, fatos de cabedal e lenços na cabeça. Do meio destes sobressaiam duas caras bonitas com t-shirts simples do MCP. A Cátia e a Filipa transportavam a nossa bandeira que foi muitas vezes requisitada para fotos. Todos gostam do MCP. Chegados ao recinto da missa eis que o Sousa e a Conceição se juntam ao grupo. Agora sim éramos uma multidão.
A cerimónia, realizada debaixo de um sol abrasador, agradou a crentes e não crentes, motociclistas e não motociclistas. O padre José Fernando dirigiu a missa como se de uma festa se tratasse e com toda a sua força conseguiu que durante aquelas horas os motociclistas estivessem unidos por algo em que acreditam independentemente de credo, religião ou mota que conduzem.

Este ano, o bom humor do padre José Fernando, a boa organização da FMP e do Motoclube do Montijo e a exemplar actuação, presença e colaboração da polícia fizeram com que não houvessem excessos tornando o momento ainda mais bonito.
Muitos populares foram celebrar o dia com os motociclistas e a moldura humana era impressionante, o que fez com que no meio de todo o calor uma senhora se sentisse mal. Apesar do mau desempenho dos bombeiros (foram os únicos que falharam), a Filipa e o Cristiano correram pelo meio da multidão e sendo os mais credenciados, na área da emergência pré-hospitalar presentes, tomaram conta da situação e conseguiram estabilizar a senhora e encaminha-la para a ambulância que a levou ao hospital.
A cerimónia terminou com a tradicional bênção dos capacetes e após breves despedidas o grupo voltou a separar-se e a rumar ao Porto de forma calma e descontraída.

O Dia Nacional do Motociclista, nos moldes em que é celebrado poderá não agradar a todos, mas esta festa é pelos que acreditam e pelos que não acreditam, pelos que vão, pelos que ficam e pelos que já partiram, por isso, por via das dúvidas, quando for preciso…que S. Rafael esteja convosco.








Posted by Hélio Noddy
Bookmark and Share

quarta-feira, 14 de abril de 2010

IGOR KOVTUN DO MOTO C.PORTO VENCE EM TORRE DE MONCORVO

Realizou-se no Domingo, dia 11/04/10, o primeiro Open de Torre de Moncorvo.

Estiveram presentes 34 jogadores, tendo predominado a juventude.

Mais uma boa iniciativa do Carlos Carneiro, apoiada pela Associação de Xadrez de Bragança, Camara de Torre de Moncorvo, e, bombeiros locais.

É sempre bom levar estes torneios às terras transmontanas. Pena é o alheamento dos clubes do litoral, mas se considerarmos a distancia, e, a dificuldade em se lá chegar, teremos de compreender.

Parabéns aos dinamizadores!



Foto: Igor Kovtun, do Moto Clube do Porto, 1º classificado.

Foto: Inês Messeder Ferreira, do Moto Clube do Porto, 2ª classificada feminina.

Foto: Afonso Duarte, Moto Clube do Porto, recebe troféu 3º lugar equipas. Ao lado Eduardo Libório, presidente do Associação de Xadrez de Bragança.

Foto: Afonso Duarte, Moto Clube do Porto, com "new look" irreverente...

Foto: Vista da bela Catedral de Torre de Moncorvo.

Foto: Torre de Moncorvo

Foto: Torre de Moncorvo

Foto: Aníbal Nogueira, do Moto Clube do Porto.


Foto: Afonso Duarte, Moto Clube do Porto.



Foto: António Mendes, Moto Clube do Porto.


Foto: Nuno Messeder Ferreira, Moto Clube do Porto.

Foto: Inês Messeder Ferreira, Moto Clube do Porto.

Foto: Vista dos jogos.


Foto: Afonso & Zita à chegada a Torre de Moncorvo.

Foto: Delegação do Moto Clube do Porto à chegada a Torre de Moncorvo.

Foto: Jogadores do Moto Clube do Porto, presentes no torneio.

Foto: António Mendes, o Motard/xadrezista.

Foto: Afonso Duarte, o Motard/Xadrezista II

Foto: O Armindo, o Motard/Tainadista.

Foto: Os motards em perfeita concentração.


Rk. Nome Tipo EloN Clube Pts.
1 Kovtun Igor 1974 Moto Clube do Porto 6
2 Catarro José João Dias U16 1407 C X Pedro Hispano 6
3 Teixeira Rafael Eduardo Silva U18 1748 C Amador Mirandela
4 Vicente João Vasco Reis U14 1812 C X Pedro Hispano 5
5 Encarnação Rui A Cardoso 2085 Individual
6 Martins David Pires Tavares U14 1660 C Amador Mirandela 5
7 Martins Guilherme Pires U12 1446 C Amador Mirandela 5
8 Vaz Vítor Diogo U16 1425 Bila de Vila Real 5
9 Gabriel Agna Solange Videira U18 1606 C B V Pouca Aguiar 4,5
10 Poveda Luís Miguel Lazaro 1500 Salamanca 4
11 Ferreira Inês Geraldes Messed U16 1330 Moto Clube do Porto 4
12 Santos Eduardo Teodoro U18 1376 C X Pedro Hispano 4
13 Ferreira Nuno José G Messende 1690 Moto Clube do Porto 4
14 Libório Eduardo António Moura 1484 C Amador Mirandela 4
15 Nogueira Aníbal de Almeida P 1484 Moto Clube do Porto 4
16 Duarte Afonso Manuel Ferreira 1471 Moto Clube do Porto 4
17 Mendes António Manuel Amaral 1464 Moto Clube do Porto 3,5
18 Bonito Pedro Miguel Pimentel U16 1294 C X Pedro Hispano 3,5
19 Santos Carlos Alberto Lopes 1500 AC Torre de Moncorvo 3,5
20 Gonçalves João Pedro Mendes U14 1276 C X Pedro Hispano 3,5
21 Martins Tomas Pires Tavares U10 1281 C Amador Mirandela 3
22 Rodrigues David Jorge Basílio U8 1076 C Amador Mirandela 3
23 Maia Marta Roque U12 1129 C X Pedro Hispano 3
24 Gomez Joel Lazaro U10 1100 Salamanca 3
25 Rodrigues Ana Raquel Basílio U14 1133 C Amador Mirandela 3
26 Yé Tânia U8 1050 C B V Pouca Aguiar 3
27 Ferreira Fernando António Aires 1500 AC Torre de Moncorvo 2
28 Monteiro Tânia Sofia S Barros U12 1150 C B V Pouca Aguiar 2
29 Pereira Joaquim Vítor 1500 AC Torre de Moncorvo 2
30 Lopes Carlos Filipe Ferreira U10 1071 C Amador Mirandela 2
31 Costa Gabriela Bento U12 1132 C X Pedro Hispano 2
32 Libório Maria Inês Cavadinhas U12 1041 C Amador Mirandela 2
33 Martins Cristina S Rodrigues U8 1117 C Amador Mirandela 1,
34 Lopes Armindo Gonçalo U8 1050 C Amador Mirandela 0
Posted by Afonsov
Photos by Zita
Bookmark and Share

terça-feira, 13 de abril de 2010

NUNO MESSEDER FERREIRA DO MOTO CLUBE DO PORTO VENCE TORNEIO ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DA BOUÇA

I Torneio da Associação de Moradores da Bouça: Vitória de Nuno Messeder Ferreira

Decorreu no dia 10 de Abril nas instalações da colectividade organizadora, no Porto, o seu 1º Torneio da Associação de Moradores da Bouça, organizado por esta colectividade em parceria com a ACCP e a AXP, contando com a participação de 47 jogadores de todas as idades.
Foram os últimos a chegar, mas como se costuma dizer, “os últimos são os primeiros”. Já estava o primeiro emparceiramento realizado quando chegaram os irmãos Messeder, de modo que tiveram de se defrontar os dois logo na primeira Ronda. Acabou por ganhar o irmão mais velho, vindo o NUNO MESSEDER FERREIRA, do Moto Clube do Porto, a vencer o torneio, com 6 pontos, seguido de ANTÓNIO PEDRO MARINHO, da Academia de Xadrez de Gaia, também com 6 pontos; na 3ª posição colocou-se PAULO TOPA, do Pontex.
Destaque ainda para o “recém aparecido” RÚBEN EDGAR COELHO que com pezinhos de “lã” conseguiu um espectacular 7º lugar com 5 pontos, depois de há cerca de um mês também ter obtido 4,5 pontos no torneio de Aldoar. Será esta a grande revelação do ano?...

Destaque entre os mais jovens para os resultados obtidos pelas dois melhores sub-12, DIANA SOFIA NOGUEIRA, do Moto Clube do Porto, e BEATRIZ SOFIA SILVA, do GD dos Cem Paus, que concluíram com 4 pontos nas 16ª e 18ª posições respectivamente, pelos três melhores sub-10, TIAGO PAULO LOPES, do Pontex, PAULO DUARTE PEDROSO, do Moto Clube do Porto, e RAFAEL OLIVEIRA, da AP Urbanização Vila de Este, que concluíram com 3,5 pontos nas 25ª, 26ª e 28ª posições, e ainda para os dois melhores sub-08, JÚLIO SILVA, do Pontex, e RAFAEL LUÍS SILVA, do GD dos Cem Paus, ao terminarem nas 34ª e 35ª posições com 3 pontos cada.

A precisar de quebrar alguma “malapata” continuam PEDRO DINIS e este escriba, que, com jogos várias vezes ganhos, com o nervosismo, ou erros clamorosos, acabam por deitar a perder muitas vezes o trabalho já efectuado. A verdade é que se presenciam muitos erros (ofertas), neste tipo de jogo rápido, em que se fica muito facilmente em apuros de tempo. Até o PAULO DUARTE perdeu os seus dois primeiros jogos com o acender da luz vermelha.

Uma palavra para a organização que dispensou o uso de impressora, sendo este o torneio mais ecológico dos últimos tempos (não se imprimiu folhas de papel, salvando-se deste modo algumas árvores). Nota mais para a equipa de árbitros que pôs de pé este torneio, que decorreu sem problemas de qualquer espécie, e ainda acabou antes da hora prevista.

CLASSIFICAÇÃO:
Clas. SNo. Nome Clube Esc NRtg IRtg Pts BH. Fide BH.
1 1 Nuno Messeder Ferreira Moto Clube Do Porto 1690 1630 6 30 22 27½
2 13 António Pedro Marinho Academia Xadrez Gaia U16 1386 1476 6 28½ 26 27
3 9 Paulo Topa Nxapeeep- Pontex 1492 0 29½ 23 27
4 19 José Pedro Miranda Gd Dias Ferreira U18 1330 1552 25 23 25
5 14 António Filipe Pinto Moto Clube Do Porto U18 1377 0 5 35½ 23½ 32½
6 18 Inês Messeder Ferreira Moto Clube Do Porto U16 1330 0 5 26 17 24½
7 8 Ruben Edgar Coelho Moto Clube Do Porto 1500 0 5 25 19 22½
8 12 Francisco Assunção Atlético Clube Alfenense U18 1402 0 32½ 19½ 29
9 2 José Manuel Cruz A M Alberto Sampaio 1583 1576 32 20 29½
10 4 Henish Hemendra Balu Gd Dias Ferreira U14 1534 1538 29 19 26½
11 5 Hugo Daniel Soares Atlético Clube Alfenense 1526 0 27½ 18½ 25
12 11 Pedro Miguel Guimarães Gd Dos Cem Paus U16 1432 1603 27½ 17½ 24½
13 22 António Bastos Pintor Atlético Clube Alfenense U18 1300 1582 24½ 15½ 22
14 3 Hugo Alexandre Saraiva Gd Dias Ferreira 1537 1558 4 31½ 21 28½
15 17 António Guimarães Gd Dos Cem Paus 1350 0 4 28½ 19½ 25½
16 20 Diana Sofia Nogueira Moto Clube Do Porto U12 1323 1582 4 27 18 24½
17 28 José Bastos Pintor Atlético Clube Alfenense U16 1238 0 4 27 14 24½
18 25 Beatriz Sofia Silva Gd Dos Cem Paus U12 1249 0 4 26 16 24
19 24 Vanessa Amorim Ap Urb. Vila De Este 1250 1388 4 24 16½ 22
20 33 Nelson Filipe Coelho Nxapeeep- Pontex U14 1169 0 4 22½ 15 22½
22 10 Aníbal Nogueira Moto Clube Do Porto 1484 1468 27 18 25
26 39 Paulo Duarte Pedroso Moto Clube Do Porto U10 1085 0 21 11 21
36 16 Manuel Pedroso Moto Clube Do Porto 1352 0 26½ 13 25½
39 35 Pedro Dinis Pedroso Moto Clube Do Porto U12 1134 0 22 11½ 22



Foto: 1º Classificado, Nuno Messeder Ferreira, do MCP.


Foto: Jogadores do Moto Clube do Porto.

Foto: Jogo entre os "fratelli" Messederes, do MCP.


Foto: O Pedro Dinis, a jogar (salvo erro), com o Ruben Coelho.

Foto: De frente, Diana Nogueira, do MCP.

Foto: O pequeno Paulo Duarte, do MCP.
Posted by Manuelov
Photos by Manuelov
Bookmark and Share

segunda-feira, 12 de abril de 2010

FESTAZITA DA PRIMAVERA DO MOTO CLUBE DO PORTO

Flower Power no MC Porto
11-04-2010

FestaZona dançante animou sábado 10 de Abril

Muita dança de salão, latina e africana, ensinada e sincronizada pelos mestres da Academia de Dança de Gaia, animou os muitos sócios e familiares do MC Porto na “FestaZita da Primavera”, evento colorido e despretencioso na sede do MC Porto na noite de sábado, 10 de Abril de 2010.
Estão a imaginar uma dúzia de casais em roda, a trocarem constantemente de par, de forma elegante ao ritmo de – talvez – cha-cha-cha?
Parece milagre mas aconteceu. Os professores de dança, após exibições de encher o olho, colocaram-nos a nós na pista (mais uma utilização para a longa lista do nosso “multiusos”), a dar à perna.
E correu bem! Foi divertido, apesar de haver pares que constantemente confundiam as voltas e punham homem a dançar com homem, mulher a dançar com mulher...
Mas fora estes pés-de-chumbo, passou-se muito bem a noite no clube.

Também no xadrez sábado foi vitorioso

Começou à hora, pelas 20h, com a chegada dos comensais – quase todos de flor ao peito ou no cabelo - e seus morfes.
A sede estava bonita e engalanada com flores, feitas de véspera pelas meninas mais entusiastas do MC Porto.
Com a música a tocar e os comes e bebes a sumirem rápidamente (às bifanas da Rosa foi um ar que lhes deu) começou-se a pedir o dançarico.
Chegaram os dançarinos da Academia de Dança de Gaia e esperou-se que também dessem ao dente pois de barriga vazia não há forças para o arrasta-o-pé.
A animação da sede estava em alta, numa noite quente e bem disposta.
Até que o Afonsov saca do microfone para poucos o ouvirem. Com o micro quase junto ao umbigo, ainda deu para perceber que a nossa equipa de xadrez MCP foi a Guimarães eliminar um clube da 1ª divisão para a Taça de Portugal! Estes nossos xadrezistas estão com uma pujança...
Levaram uma grande salva de palmas pois estavam todos presentes.

Academia de Dança de Gaia estreia danças de salão no MCP

E aí sim, os dançarinos não deixaram os seus créditos por pernas alheias e fizeram demonstrações de kizomba, salsa e outros ritmos.
Do clube, tinhamos lá infiltrado o próprio Afonsov, o eclético motociclista-xadrezista-dançarino.
E de olho cheio com a actuação dos professores, lá saltamos nós para a tal roda de casais.
Foi um excelente aperitivo, galhofeiro, diferente e que proporciona uma boa comunicação entre os convivas, para o resto da noite ao som do DJ Boina M.
Aí já a dança era a do costume, ao gosto de cada um.
Os dançarinos trocaram de roupa e todos bem postos despediram-se para outras pistas mais exigentes.

A borga dançante durou até à meia-noite, hora em que se baixou o volume à música. O convívio ficou até às tantas.
Obrigado a todos os que proporcionaram esta noite, principalmente a elas! Idealizaram a festa e puseram-na de pé. Entre elas, o nosso Obrigado à Zita! Boa ideia!











Posted by Nestov
Bookmark and Share